16.5 C
Brasília
sexta-feira, agosto 19, 2022
spot_img

SÓ A DILMA NÃO SABIA.

Temer “lutou” pelo impeachment de Dilma, diz Eduardo Cunha em livro

Tchau, Querida – O Diário do Impeachment, que será lançado em abril, fala dos bastidores do processo contra a petista, na versão de Cunha

A revista Veja divulgou, nesta sexta-feira (2/4), trechos do livro que será lançado em 17 de abril pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ). Em uma parte do texto, o político afirma que Michel Temer (MDB) “lutou de todas as maneiras” pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), quando ainda era vice-presidente da República. Na obra, Cunha alega que Temer foi o principal responsável pela derrocada da petista.

No livro, que se chamará Tchau, Querida – O Diário do Impeachment, Cunha conta sua versão sobre o processo que culminou na saída de Rousseff do poder, em 2016. Segundo ele, “o processo de impeachment jamais teria sido aprovado sem que Temer negociasse cada espaço a ser dado a cada partido ou deputado que iria votar a favor da abertura dos trâmites”.

Temer não só desejava o impeachment como lutou por ele de todas as maneiras“, diz Cunha, para quem a postura de Temer depois de deixar a Presidência, negando repetidamente ter agido de qualquer forma para defenestrar a então presidente, beira o cinismo: “Ele acha que os outros são idiotas para acreditar na história da carochinha de que não desejava o impeachment nem teria feito nada por isso”, diz um trecho, segundo a Veja.

Compartilhar

relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui