15.5 C
Brasília
sábado, agosto 13, 2022
spot_img

PRESSÕES DE QUEM?

Economia diz ter sofrido ‘pressões’ para elevar fundão eleitoral

Valor proposto pelo governo Bolsonaro para 2022, de R$ 2,1 bilhões, é bem maior que o apresentado pelo Planalto no Orçamento de 2020, R$ 765 milhões

O Ministério da Economia admitiu nesta terça-feira, 31, que elevou o valor do fundão eleitoral para 2022 na comparação com a proposta entregue no projeto de Lei Orçamentária Anual de 2020.

O valor proposto pelo governo Bolsonaro para o ano que vem, de R$ 2,1 bilhões, destoa dos R$ 765 milhões apresentados pelo Planalto na elaboração do Orçamento de 2020 —posteriormente, o Congresso elevou o valor para R$ 2 bilhões durante a votação do projeto.

Segundo Ariosto Culau, secretário do Orçamento Federal do Ministério da Economia (na foto), houve “pressões diversas” pelo aumento do do fundão.

Compartilhar

relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui