7.5 C
Brasília
domingo, maio 22, 2022
spot_img

Planalto ajudou Nise a se preparar para CPI, mas não gostou do que viu

A coluna apurou que a médica teve ao menos uma reunião com integrantes do Planalto antes de encarar os senadores na comissão

Integrantes do Palácio do Planalto ajudaram a oncologista Nise Yamaguchi a se preparar para o depoimento à CPI da Covid, que ocorreu nesta terça-feira (1º/6), no Senado.

A coluna apurou que a médica teve ao menos uma reunião com membros do governo federal antes de encarar os senadores na comissão. Na conversa, recebeu dicas e orientações para a oitiva.

Apesar da ajuda, integrantes do Planalto não gostaram do depoimento. A avaliação é de que Nise foi “confusa” e “ingênua”, por acreditar que teria tratamento diferenciado, devido ao fato de ser médica.

A coluna apurou que a médica teve ao menos uma reunião com membros do governo federal antes de encarar os senadores na comissão. Na conversa, recebeu dicas e orientações para a oitiva.

Apesar da ajuda, integrantes do Planalto não gostaram do depoimento. A avaliação é de que Nise foi “confusa” e “ingênua”, por acreditar que teria tratamento diferenciado, devido ao fato de ser médica.

Como a coluna noticiou mais cedo, Nise chegou a Brasília no domingo (30/5). Na preparação, ela também teve a ajuda do advogado Raul Canal, presidente da Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética.

Além do advogado, Nise foi ao Senado acompanhada do irmão, o cirurgião plástico Charles Yamaguchi, e da reverenda Jane Silva, ex-secretária adjunta de Cultura do governo Bolsonaro e atual “assessora” da médica.

Procurado oficialmente desde o início da tarde, o Planalto não respondeu.

Fonte: Metropoles

Compartilhar

relacionadas

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui