20.5 C
Brasília
terça-feira, maio 17, 2022
spot_img

MP investiga denúncia de “tráfico de vacinas” em postos de saúde do DF

Episódio teria ocorrido no ponto de imunização do shopping Iguatemi (Lago Norte) e na Unidade Básica de Saúde da EQN 114/115 (Asa Norte)

Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) abriu uma notícia de fato para apurar um suposto tráfico de sobras de vacina em postos instalados na região norte de Brasília. O procedimento tramita na 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (2ª Prosus), que estabeleceu 10 dias para que a Secretaria de Saúde se manifeste sobre o caso.

De acordo com a denúncia, o episódio teria ocorrido no ponto de imunização do shopping Iguatemi (Lago Norte) e na Unidade Básica de Saúde da EQN 114/115 (Asa Norte), ambos bairros de classe média da capital federal.

“No Iguatemi, eles não permitem a entrada, falam que as doses de sobra serão encaminhadas para o posto do Paranoá, mas depois que acaba o horário, vacinam policiais militares”, registrou a Ouvidoria do órgão fiscalizador.

Na peça, a denunciante também relata que, na UBS da 115 Norte, servidores teriam informado que contabilizariam as sobras dos imunizantes após o fim do expediente. “Enquanto esperávamos, vacinaram algumas pessoas lá dentro, fora da prioridades e não voltaram pra falar sobre as sobras”, frisou. Os casos teria ocorrido entre os dias 8 e 10 de março.

A denunciante também reforça ter em mãos um vídeo feito durante o episódio relatado na unidade da Asa Norte. “Tudo pode ser comprovado com a lista de pessoas vacinadas no Iguatemi nos dias 8, 9 e 10 de março; e na UBS 114/115 Norte, dia 10”, sublinha.

Fonte: Metrópoles

Compartilhar

relacionadas

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui