Kajuru defende aumento da alíquota do imposto de renda para mais ricos

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) criticou nesta terça-feira (4), em Plenário, o texto da reforma da Previdência encaminhado ao Congresso pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Na visão do parlamentar, a matéria prejudica a parcela mais pobre da população, quando estabelece mudanças na concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e altera a idade mínima de aposentadoria de trabalhadores rurais.

O senador defendeu uma alíquota maior na cobrança de Imposto de Renda da camada mais rica da sociedade e isenção para os trabalhadores que ganham menos de quatro salários mínimos.

— Novos patamares para aplicar as quatro alíquotas já existentes e a criação de mais duas aplicáveis a quem ganha por mês mais de 40 salários-mínimos. As novas alíquotas incidirão apenas sobre 2,73% dos contribuintes — disse.

Agência Senado

Compartilhar
  1. Evidente que será benéfica, mas seria melhor que houvesse corte na carne do legislativo e judiciário. Exemplo: na Câmara altos salários e benefícios (auxílio alimentação) no TSE é uma fortuna, dentre outros benefícios. Para o congresso nacional querer culpar o executivo deveria dar exemplo. Parlamentares só deveria ter no máximo 5 assessores, usar seu próprio carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *