15.5 C
Brasília
quarta-feira, maio 18, 2022
spot_img

JOGO DE CENA COM CORTINA DE FUMAÇA …!

Bolsonaro volta a criticar urna eletrônica e diz que “nem Fachin” confia no sistema eleitoral

Presidente insistiu que vai aguardar resultado de auditoria e declarou que “Forças Armadas” podem tomar providências caso sejam comprovadas fraudes

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Jair Bolsonaro insistiu que as urnas eletrônicas não são seguras e que nem mesmo o futuro presidente do TSE, Edson Fachin, acredita no sistema eleitoral brasileiro.

Questionado sobre uma declaração dada ontem por Fachin a respeito dos ataques cibernéticos aos TSE, alguns deles tendo origem na Rússia, Bolsonaro afirmou.

“Acredito que não exista país que não exista hacker. Agora, realmente o próprio ministro Fachin acaba de comprovar, no meu entender, que ele não tem confiança no sistema eleitoral. Eu não sei o que está se passando na cabeça deles [do TSE]”, disse Bolsonaro (foto).

“Não vou tecer qualquer comentário a mais [sobre as urnas eletrônicas], porque estou aguardando no momento, como todo o Brasil está aguardando aí, o que as Forças Armadas dirão sobre a documentação que recebeu do TSE. Se procede, se o TSE tem razão. Pode ser que o TSE tenha razão. Ou se não tem razão e o porquê e aí os próximos passos serão dados pelas Forças Armadas. Lamentável essa declaração do ministro Fachin nesse sentido”, afirmou.

Como mostramos há pouco, o Tribunal Superior Eleitoral divulgou as informações prestadas às Forças Armadas sobre o processo eletrônico de votação. A Corte reafirmou que as urnas eletrônicas são seguras.

Segundo o TSE, com a melhoria da capacidade de processamento dos equipamentos e a melhoria dos links de comunicação no país, há mais de 15 anos foi possível centralizar nos tribunais regionais eleitorais a totalização das eleições em cada estado, o que proporcionou resultados positivos, na avaliação do tribunal.

Compartilhar

relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui