12.5 C
Brasília
sexta-feira, maio 20, 2022
spot_img

É IMPOSSÍVEL IMPEDIR GENTE DE ROUBAR EM UM GOVERNO!

O caso mais recente veio à tona por meio da Operação Daia, deflagrada na última terça-feira pela Polícia Federal

Sob o governo Jair Bolsonaro, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre) continua enredado em investigações que envolvem suspeitas de pagamento de propina e de superfaturamento de obras, diz a Crusoé.

O caso mais recente, como noticiado pela revista, veio à tona por meio da Operação Daia, deflagrada na última terça-feira pela Polícia Federal para apurar a atuação de lobistas e funcionários que favoreciam uma empresa dentro do órgão.

Nomeado por Bolsonaro e Tarcísio Freitas, Marcelo Almeida Pinheiro Chagas, que ocupava o cargo de diretor da área de Infraestrutura Ferroviária do Dnit, é apontado pela PF como destinatário de propina para favorecer uma empresa na negociação de um terreno da União.

Compartilhar

relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui