Foi aprovado em primeiro turno durante a madrugada desta quinta-feira (4), na Câmara dos Deputados, em Brasília, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, com 312 votos favoráveis, quatro a mais do necessário para a aprovação. 144 parlamentares votaram contra a medida.

A proposta abre espaço fiscal de R$ 91,6 bilhões para o governo de Jair Bolsonaro em 2022, o que permite a viabilização do lançamento do programa Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, a R$ 400. A PEC precisa passar ainda por um segundo turno de votação na Câmara antes de ir para o Senado.

Entre os deputados federais por Goiás, somente Elias Vaz (PSB) e Rubens Otoni (PT) foram contrários à medida. Confira como votou cada parlamentar do estado na PEC:

Votaram Sim

Adriano do Baldy (PP) – Sim

Alcides Rodrigues (Patriota) – Sim

Célio Silveira (PSDB) – Sim

Delegado Waldir (PSL) – Sim

Dr. Zacharias Calil (DEM) – Sim

Flávia Morais (PDT) – Sim

Francisco Jr. (PSD) – Sim

Glaustin da Fokus (PSC) – Sim

João Campos (Republicanos) – Sim

Jose Mario Schreiner (DEM) – Sim

José Nelto (Podemos) – Sim

Lucas Vergílio (Solidariedade) – Sim

Magda Mofatto (PL) – Sim

Professor Alcides (PP) – Sim

Vitor Hugo (PSL) – Sim

Votaram Não

Elias Vaz (PSB) – Não

Rubens Otoni (PT) – Não