22.5 C
Brasília
segunda-feira, maio 23, 2022
spot_img

Centrão não vai morrer agarrado aos cadáveres deixados por Bolsonaro

“Desde que Jair Bolsonaro deixou Sergio Moro na estrada e abandonou as vestes anticorrupção, o bloco de Arthur Lira e seus aliados vêm ocupando cada vez mais espaço no governo”, diz Malu Gaspar.

“O presidente pode não ter percebido, mas o apelo para que se livrasse o quanto antes de Pazuello era também um aviso de que o bloco político não morrerá agarrado aos cadáveres deixados por seu desgoverno. Como diz uma das máximas do Centrão, ‘você pode pedir qualquer coisa a uma pessoa, menos que ela se suicide’”. 

Fonte: O Antagonista

Compartilhar

relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui