18.5 C
Brasília
sexta-feira, agosto 19, 2022
spot_img

Aras autoriza benefício que pode aumentar em 10% rendimento de procuradores

Procurador-Geral da República, Augusto Aras, concedeu um novo benefício aos procuradores do Ministério Público Federal. De acordo com uma portaria assinada pelo PGR no último dia 11,  os membros do MP serão reembolsados pelos gastos com o plano de saúde privado que atende aos servidores do órgão. 

O limite mensal da compensação será de 10% do salário do respectivo membro do Ministério. Em média, o rendimento de um procurador é de R$ 33 mil.

Ao contrário dos procuradores, os outros servidores do MP não têm os gastos com o Plan-Assiste ressarcidos. Funcionários da instituição ouvidos pelo Congresso em Foco classificam a situação como inadmissível, já que o plano de saúde vem aumentando os custos com os serviços.

Um dos servidores públicos revelou que há trabalhadores que pagavam R$ 600 pelos serviços médicos e agora pagam quase R $2.000. De acordo com ele, quanto mais dependentes o servidor tiver, mais ele vai pagar. “Tem gente que recebeu um aumento de quase 200%”, contou.

“No fundo isso ficou mais como um aumento indireto de salário, justamente após a aprovação da PEC que congela salários”, disse um dos servidores.

Fonte: Congresso em Foco

Compartilhar

relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui