15.5 C
Brasília
sábado, agosto 13, 2022
spot_img

AGORA É TARDE!

Aliados de Bolsonaro tentam paz com STF e TSE, mas não convencem ministros

Aliados do presidente Jair Bolsonaro entraram em campo para tentar promover a paz entre o governo e o Judiciário. Apesar dos esforços, ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) não se comoveram. Na avaliação de integrantes dos tribunais, Bolsonaro vai continuar atacando o Judiciário neste ano.

Do lado do Palácio do Planalto, a tentativa de interlocução com os tribunais tem ficado a cargo principalmente de três ministros: Ciro Nogueira (Casa Civil), Fabio Faria (Comunicações) e Bruno Bianco (Advogado-geral da União), que já procuraram o ministro Alexandre de Moraes, que assumirá a presidência do TSE em 16 de agosto.

Em razão da relação direta que possui com a Corte, Bianco evita falar sobre o conteúdo das conversas com os ministros, mas afirma a interlocutores que despacha normalmente com todos os magistrados, o que inclui o algoz do presidente.

Ciro Nogueira e Fábio Faria, que integram a chamada ala política do governo, costumam afirmar que as conversas institucionais com ministros são frequentes e buscam uma flexibilidade e compreensão permanente de ambos os lados.

Como ministro do STF, Moraes é relator de processos que miram diretamente Bolsonaro — como o inquérito das fake news e o inquérito que apura o financiamento e organização de atos antidemocráticos. O ministro já determinou prisões de apoiadores do presidente e também a retirada de contas de redes sociais do ar. A expectativa é que Moraes conduza a Justiça Eleitoral com o mesmo rigor.

Compartilhar

relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui