Licitação do STF que prevê compras de itens refinados é revoltante, diz Kajuru

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) afirmou nesta quinta-feira (2) que entrou com uma ação no Tribunal de Contas da União (TCU) para impugnar o processo licitatório do Supremo Tribunal Federal (STF)27/2019 que prevê a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fornecimento de refeições institucionais.



Para o parlamentar, a compra de itens de luxo previstas no edital, como lagosta, camarão e presunto de parma com dinheiro público é inadmissível em um país onde grande parte da população não tem arroz e feijão na mesa, argumentou. O senador mencionou, perplexo, que além das comidas, as bebidas também precisavam ser “de alta qualidade”. Os vinhos exigidos tinham uvas e safras específicas e com, no mínimo, quatro premiações internacionais, disse.

— Eles comem tanto, bebem tanto, que acabam dormindo durante o julgamento e perdendo a consciência de como julgar bem, porque é tanta farra, é tanta comida, a chamada farra do boi. Eu vou tentar impedir isso, tentar que o TCU faça uma auditoria para acabar com essa licitação, com esse edital e fazer com que não se autorize com o dinheiro do público comprar isso tudo aqui de exagero— declarou.

Agência Senado

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *