TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

Ataque na Catedral: 'venceremos a dor', diz monsenhor em missa de reabertura da igreja de Campinas

Postado por TVKajuru.com | 12/12/2018 às 02:23h

emplo recebeu cerca de 800 pessoas em celebração em memória das vítimas. Atirador matou quatro e se matou no local nesta terça-feira .

 

Uma missa solene em homenagem às vítimas do atirador que matou quatro pessoas e feriu outras quatromarcou a reabertura da Catedral Metropolitana de Campinas no início da tarde desta quarta-feira (12). Na terça-feira (11), Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, fez ao menos 20 disparos no interior do templo.

 

 

Durante a celebração solene, o monsenhor Rafael Capelato fez uma homenagem aos familiares dos mortos e dos feridos.

"Dirijo uma palavra aos familiares das vítimas e dos feridos. Estamos todos sofrendo com vocês nesta hora. Temos nos apoiado nas orações e solidariedade. Sei que vocês choram. Estamos chorando também nós. Mas o Senhor Jesus é nossa força. E, com ele, venceremos a dor, o mau e a morte ”, disse Capelato.

 
 
O monsenhor Rafael Capelato durante missa na Catedral de Campinas ? Foto: Fernando Evans/G1 O monsenhor Rafael Capelato durante missa na Catedral de Campinas ? Foto: Fernando Evans/G1O monsenhor Rafael Capelato durante missa na Catedral de Campinas — Foto: Fernando Evans/G1

 

Solidariedade

 

A presidência da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou uma mensagem de solidariedade à direção da catedral.

"Em nome dos senhores arcebispos e bispos do Regional Sul 1 da CNBB, apresentamos ao sr. Administrador Diocesano de Campinas, Revdo. Mons. José Eduardo Meschiatti, ao Revdo. Pároco da Catedral, ao Clero e fiéis da Arquidiocese de Campinas, sentimentos de solidariedade e orações, por ocasião do ataque, ocorrido na Catedral, e que vitimou diversas pessoas. Nesse tempo santo do Advento, preparando o Natal de Jesus Cristo, Príncipe da Paz, é necessário que os cristãos intensifiquem a oração pela Paz, com gestos concretos de Fraternidade, reconciliação e amor ao próximo, depondo as armas da violência seja das mãos, seja dos corações. Como discípulos de Cristo e membros do Seu Corpo, a Igreja, sofremos com os que sofrem, sempre movidos pela esperança que não decepciona (Rm 5,5). Rezemos pelas vítimas e pelo consolo de suas famílias. Rezemos pelo agressor, pela Arquidiocese de Campinas e pela Paz“, diz o texto da CNBB.

 
Mulher se emociona em missa solene na Catedral Metropolitana de Campinas ? Foto: Fernando Evans/G1 Mulher se emociona em missa solene na Catedral Metropolitana de Campinas ? Foto: Fernando Evans/G1Mulher se emociona em missa solene na Catedral Metropolitana de Campinas — Foto: Fernando Evans/G1
 
Mulher ora durante missa solene na Catedral Metropolitana de Campinas ? Foto: Fernando Evans/G1 Mulher ora durante missa solene na Catedral Metropolitana de Campinas ? Foto: Fernando Evans/G1Mulher ora durante missa solene na Catedral Metropolitana de Campinas — Foto: Fernando Evans/G1

 

Emoção

 

O analista de contas a receber Altair Ribeiro Dias, de 45 anos, frequenta a missa todos os dias. Ele esta afastado do trabalho para tratar de um câncer, e estava muito emocionado ao chegar ao local neste início de tarde.

"Eu vi ele [Euler Fernando Grandolpho] sentado", disse. Na hora dos disparos, Dias já havia deixado a catedral.

 
 
 Altair Ribeiro Dias, 45 anos, vai à Catedral de Campinas todos os dias  ? Foto: Fernando Evans/G1  Altair Ribeiro Dias, 45 anos, vai à Catedral de Campinas todos os dias  ? Foto: Fernando Evans/G1Altair Ribeiro Dias, 45 anos, vai à Catedral de Campinas todos os dias — Foto: Fernando Evans/G1
 
Homem atira e mata fiéis durante missa na catedral de Campinas ? Foto: Arte / G1 Homem atira e mata fiéis durante missa na catedral de Campinas ? Foto: Arte / G1Homem atira e mata fiéis durante missa na catedral de Campinas — Foto: Arte / G1

 

Quem são os feridos?

 

Das quatro pessoas feridas, duas receberam alta na noite de terça e uma permece internada no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti:

Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, atingida no tórax e na mão; ela passou por cirurgia e recebeu alta nesta manhã de quarta. Ela é mãe de Sidnei Monteiro, que morreu na igreja.

Heleno Severo Alves, de 84 anos. Ele foi atingido no tórax e abdômen, passou por procedimento cirúrgico e está na UTI, em estado grave.


Compartilhar em:


PUBLICIDADE