TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

Brasileiro é homenageado na praia em que foi vítima de ataque de tubarão nos EUA

Postado por TVKajuru.com | 17/09/2018 às 01:56h

Arthur Medici, de 26 anos, praticava body board quando foi atacado por um tubarão.

 

Um grupo de pessoas se reuniu no fim desse domingo para homenagear o brasileiro morto em um raro ataque de tubarão na baía de Cape Cod, nos Estados Unidos.

 

capixaba Arthur Medici, de 26 anos, praticava body board quando foi a vítima do primeiro ataque fatal de tubarão em 80 anos em Massachusetts. Ele morava nos EUA há quatro anos, onde estudava engenharia e trabalhava como entregador de pizza.

 
Página da vaquinha online feita pela família de Arthur Medici, brasileiro morto após ataque de tubarão ? Foto: Reprodução/ GoFundMePágina da vaquinha online feita pela família de Arthur Medici, brasileiro morto após ataque de tubarão ? Foto: Reprodução/ GoFundMePágina da vaquinha online feita pela família de Arthur Medici, brasileiro morto após ataque de tubarão — Foto: Reprodução/ GoFundMe

 

Depois da tragédia, ocorrida no sábado, os nadadores e surfistas foram impedidos de entrar no mar na praia Newcomb Hollow e outras praias próximas.

Na entrada de Newcomb Hollow, junto da placa que alertava para a proibição de entrar no mar, foram depositadas flores em homenagem ao brasileiro. Pessoas também jogaram flores no mar e fizeram um momento de silêncio em memória a Arthur.

A homenagem foi organizada por um grupo de praticantes de surf locais, segundo a afiliada da NBC em Boston.

 

Ainda não se sabe a espécie de tubarão que atacou o jovem. Na tarde de domingo, funcionários patrulhavam a área em um avião e localizarão um tubarão em uma praia próxima.

Arthur Medici foi atendido no local por frequentadores da praia e socorristas, e levada para o Hospital Cape Cod, mas não resistiu aos ferimentos.

 

Segundo seu padrasto, Márcio Araújo Passos, o jovem era atleta, surfava desde novo e sempre frequentava a praia Newcomb Hollow para surfar.

Ao G1, o consulado do Brasil em Boston, nos Estados Unidos, disse que está ciente do caso e está em contato com a família da vítima.

A família organizou uma vaquinha online para ajudar nos custos do traslado do corpo a Vila Velha, no Espírito Santo. Às 8h30 desta segunda-feira (17), já ultrapassava 25 mil dólares.

A previsão é que o corpo de Arthur seja liberado na sexta-feira (21) para vir ao Brasil. Ainda não há informações sobre velório e enterro.


Compartilhar em:


PUBLICIDADE