TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

?Eu sou louco mesmo, mas eu não sou ladrão?, diz Jorge Kajuru

Postado por TVKajuru.com | 17/07/2018 às 10:54h

O vereador vai compor a chapa aliada a Ronaldo Caiado (DEM), que concorre ao Governo de Goiás ao lado de Lincoln Tejota (PROS) como vice

 
 
?Eu sou louco mesmo, mas eu não sou ladrão?, diz Jorge Kajuru
 
Diferente de Kajuru, os demais candidatos da base aliada já flertaram com o governo de Perillo, o que gera polêmica (Foto: Thaís Lobo, do Mais Goiás)
 
 

 

A pré-candidatura de Jorge Kajuru (PRP) ao Senado Federal foi anunciada nesta terça-feira (13). Ele, repetidas vezes, brincou com sua fama de louco e aproveitou para alfinetar seu adversário de longa data, o ex-governador Marconi Perillo. “Mas eu sou louco de jogar pedra em avião. Eu sou louco mesmo, mas eu não sou ladrão”, enfatizou o pré-candidato durante o evento, que ocorreu na Associação Goiana de Supermercados (Agos) durante a manhã.

O vereador vai compor a chapa aliada a Ronaldo Caiado (DEM), que concorre ao Governo de Goiás ao lado de Lincoln Tejota (PROS) como vice. Também fazem parte da chapa o deputado estadual José Nelto (Podemos) e o senador e candidato à reeleição Wilder Morais (DEM).

O pré-candidato ao Senado manteve o tom de brincadeira e alfinetadas ao longo do discurso. “Às vezes, antes de acionar a boca, eu não ligo o cérebro. Embora eu tenha. Porque muita gente na classe política de Goiás não tem”, afirmou.

Kajuru ressaltou os 35 anos de amizade com Caiado e ainda assumiu que errou quando fez oposição ao senador. Mas também lembrou que há vinte anos faz oposição ao governo de Marconi Perillo. “Em 20 anos eu meto (sic) neles todos os dias e eu nunca me arrependi, porque eu sei que eu tenho razão”. E disse, ainda, que Wilder – outro que também recebeu críticas recentes do vereador -, foi fonte de inspiração para ele, anos atrás, e o convenceu de não desistir do projeto do Hospital do Diabético.

“Podem continuar batendo, do jeito que quiser. Porque nós respondemos à altura pra esses jagunços, esses canalhas, esses vupilos que de tão analfabetos não sabem o que significa vupilo”, afirmou o pré-candidato sobre as oposições políticas.

Além de falar em alto tom, aspecto já usual a Kajuru, ele demonstrou que ainda carrega o estigma de quando foi uma celebridade. Durante a apresentação, foram exibidos trechos de falas de três figuras públicas, manifestando apoio ao vereador, todos materiais aparentavam ser antigos, incluindo uma gravação com Hebe Camargo. Além dela, foram utilizadas falas dos apresentadores de televisão Sílvio Santos e José Luís Datena – que há poucos dias desistiu da pré-candidatura em São Paulo.

Polêmica

Desde a semana passada, a escolha de Tejota tem levantado polêmicas, afinal, ele era apoiador da base aliada ao governo de José Eliton (PSDB). O presidente do partido Democracia Cristã, Alexandre Magalhães, disse ao Mais Goiásque está indignado com a escolha de vice feita pelo senador Ronaldo Caiado (DEM).

Segundo Alexandre, quando Caiado escolheu e apresentou o nome de Tejota para concorrer ao seu lado, o senador teria descumprido o acordo de consultar os partidos aliados antes.

Os demais candidatos da base aliada também já flertaram com o atual governo de Goiás. O deputado estadual Delegado Waldir (PSL) discursou em defesa de Kajuru e também falou da oposição. “Quem está falando é Delegado Waldir. Eu já estive lá, fui apunhalado. […] Eu cheguei aqui, Caiado me abraçou e disse: ‘obrigado por você estar comigo há bastante tempo”.


Compartilhar em:


PUBLICIDADE