TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

Advogado visita Lula na sede da Polícia Federal em Curitiba

Postado por TVKajuru.com | 08/04/2018 às 10:27h

Defensor deixou o complexo de táxi, aproximadamente às 17h50. Ex-presidente está preso desde as 20h30 do sábado (7).

 

advogado Cristiano Zanin Martins visitou o ex-presidente Lula na tarde deste domingo (8) na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.

 

O defensor saiu do complexo de táxi, aproximadamente às 17h50, e falou à GloboNews que vai reverter a decisão porque "ela não é compatível com a legislação".

 

Minutos depois, ele publicou um vídeo no Facebook, em que conta como está o ex-presidente e as medidas que serão adotadas contra a prisão.

 

"Estive agora com o ex-presidente Lula. Ele está bem, embora indignado com a situação. Evidentemente que essa prisão foi decretada sem que houvesse fundamento jurídico (...). Nós continuamos com a medidas jurídicas cabíveis para reverter essa prisão e termos expectativa de que em um futuro próximo possamos reverter", disse o advogado.

 

 
Advogado de Lula publica vídeo após visitar o ex-presidente na prisão (Foto: Reprodução/ Facebook)Advogado de Lula publica vídeo após visitar o ex-presidente na prisão (Foto: Reprodução/ Facebook)Advogado de Lula publica vídeo após visitar o ex-presidente na prisão (Foto: Reprodução/ Facebook)

Lula está preso em uma sala especial desde a noite do sábado (7), após se entregar à Polícia Federal quase 26 horas após o prazo dado pelo juiz para que ele se apresentasse voluntariamente.

 

O ex-presidente cumpre pena de 12 anos e 1 mês de prisão pela condenação no caso do triplex em Guarujá (SP).

Ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. É o primeiro ex-presidente do Brasil condenado por crime comum.

 

“Essa prisão foi decretada sem que houvesse fundamento jurídico seja pela condenação sem base legal, seja porque a nossa Constituição não permite a pena antecipada, que foi o caso imposto a ele”, afirmou Cristiano Zanin.

O advogado disse também que continua tomando as medidas jurídicas cabíveis para reverter esta prisão e que tem expectativa de que isso ocorra em um futuro próximo.


Compartilhar em:


PUBLICIDADE