TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

Relator no STJ rejeita liminar para soltar Jorge Picciani e Paulo Melo

Postado por TVKajuru.com | 28/11/2017 às 10:29h

Deputados do PMDB foram presos na Operação Cadeia Velha, desdobramento da Lava Jato. Defesa da dupla entrou com habeas corpus, que ainda será julgado.

 

 

relator no Superior Tribunal de Justiça (STJ) do processo contra os deputados do PMDB do Rio presos na Operação Cadeia Velha, Felix Fischer, não concedeu a liminar que pedia a liberdade de Jorge Picciani e Paulo Melo.

A decisão de rejeitar a liminar é da noite de segunda-feira (27) e será remetida ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), antes de chegar ao Ministério Público Federal (MPF) para elaborar um parecer sobre o pedido de liberdade. A publicação ocorre somente amanhã (29).

Se aceita, a decisão provisória anteciparia os efeitos do habeas corpus. Agora, o caso precisa ser julgado pela 5ª Turma do STJ, que vai tomar a decisão. Os advogados do ex-presidente da Alerj esperam que o julgamento ocorra até dezembro, antes do recesso do Judiciário.

 

Relembre o caso

 

Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi foram presos na Operação Cadeia Velha no dia 16. No mesmo dia, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (17) determinou a soltura.

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) disse que a Casa não poderia ter decidido pela liberdade deles, tampouco expedir o alvará de soltura. No dia 21, voltou a julgar o caso e pedir que voltassem à prisão.

Eles são suspeitos de receber propina para defender interesses de empresários dentro da Alerj e de lavar o dinheiro usando empresas e compra e venda de gado.


Compartilhar em:


PUBLICIDADE