TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

Síndrome da dor generalizada atinge, em sua maioria, mulheres. Descubra se você tem

Postado por TVKajuru.com | 13/12/2015 às 12:41h

canoas-canoense-o-canoense-governo-do-estado-do-rio-grande-do-sul-Síndrome-da-dor-generalizada-atinge-em-sua-maioria-mulheres-Descubra-se-você-temO nome pode parecer estranho, mas o problema é bastante comum. A fibromialgia ouSíndrome da Dor Generalizada é uma doença que atinge cerca de 5% da população mundial, principalmente mulheres, e que provoca dores em todo o corpo por longos períodos, causando grande sensibilidade nas articulações, músculos e tendões. As crises podem durar meses e reduzem muito a qualidade de vida do paciente. A boa notícia é que existe tratamento.

 

Sintomas

dor generalizada é o principal sintoma da síndrome em que 90% das pessoas afetadas são do sexo feminino. Os pacientes descrevem-na como algo persistente e duradouro que atinge diversas partes do corpo. Cansaço excessivo, dificuldade em se concentrar e manter a atenção, formigamento nos pés e nas mãos, crises de enxaqueca e problemas de memórias também são frequentemente relatados. Às vezes, a dor é tão intensa que atrapalha a qualidade do sono e reduz a capacidade de realizar atividades físicas.

Causas

As causas do problema ainda são desconhecidas, mas acredita-se que ele seja provocado por um descontrole na área do cérebro responsável pelo processamento da dor. Alguns fatores são comuns entre as pessoas atingidas: antecedentes familiares (o que pode indicar um fator genético), infecções, doenças autoimunes, ansiedade e depressão.

Como tratar a fibromialgia

Após o diagnóstico, deve-se buscar a melhora na qualidade de vida dos pacientes, com o alívio das dores, atividades físicas e terapia complementares. Para ser bem sucedido, o tratamento para a fibromialgiamuitas vezes requer o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, contando com profissionais habilitados em nutrição, acupuntura e fisioterapia para a aplicação da tecnologia TENS (Neuroestimulação Elétrica Transcutânea).

Há alguns anos, a neuroestimulação estava restrita a consultórios e clínicas, mas hoje já pode ser usada em casa graças ao Tanyx®, um aparelho descartável, autoaplicável e portátil que emite pulsos elétricos que atuam nas fibras nervosas responsáveis pela transmissão da dor até o cérebro. Com apenas 30 minutos de uso, o aparelho aumenta a liberação dos neurotransmissores responsáveis pelo alívio da dor, atuando como um analgésico natural. Uma maneira inovadora de tratar as dores crônicas sem o uso de medicamentos, de forma eficaz e segura.

“Tanyx é seguro e de fácil aplicação. Ele disfarça o estímulo da dor e melhorar a atuação de receptores responsáveis pela analgesia”, explica a Professora Doutora Gabriela Rocha Lauretti, chefe do Departamento de Dor do Hospital das Clínicas da USP – Ribeirão Preto, que conduziu um estudo clinico para este problema.

No caso da fibromialgia, o protocolo utilizado nos estudos clínicos com Tanyx, recomenda a utilização de dois aparelhos simultaneamente. Um sobre o local da dor e outro sobre a vertebra C7 (no caso de dores nos braços, ombros e parte alta das costas); ou sobre a vertebra S5 (no caso de dores na cintura, quadril, parte baixa das costas – lombar – e pernas). “A vertebra C7 é o ossinho que se destaca na nuca quando dobramos o pescoço para a frente; e a S5 se localiza no cóquis”, ensina Dra. Gabriela

Um problema crônico e de difícil diagnóstico, a fibromialgia pode e deve ser tratada para causar menor impacto possível na rotina social e profissional dos pacientes.  Afinal, viver bem é viver sem dor.

Fonte | oanapolino.com

Compartilhar em:


PUBLICIDADE