TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

Menina de 8 anos é uma das mais jovens a ter câncer de mama: quando pode acontecer?

Postado por TVKajuru.com | 04/12/2015 às 09:07h

Uma garotinha de 8 anos, que vive em Utah, um estado dos Estados unidos, é uma das mulheres mais jovens a ser diagnosticada com câncer de mama. Chrissy Turner descobriu há um mês um caroço na mama e, após uma visita de emergência ao médico, descobriu ter uma forma rara da doença, que pode, sim, ocorrer em meninas. Veja o caso e entenda quando vale a pena desconfiar do tumor.

 

Câncer de mama infantil: o caso de Chrissy Turner

Depois de perceber um caroço na mama, Chrissy Turner, que mora com sua família, foi levada pela família para uma consulta médica de urgência, que a diagnosticou com um tipo raro de câncer de mama, chamado carcinoma secretório. Trata-se de um tumor em formato de cápsula circundado por uma fina parede que pode ser facilmente confundido com um cisto.

Como esperado, a descoberta deixou Chrissy e sua mãe, Annette, extremamente assustadas. “Foi um choque muito grande. Nenhuma criança deveria ter de enfrentar um câncer”, disse a mãe em entrevista àrede de televisão ABC. Esse não é o primeiro caso de câncer na família. Annette teve câncer de colo do útero e seu marido, Troy, está tratando um linfoma que voltou.

 

O carcinoma de Chrissy é o terceiro caso de câncer na família Turner. Nesta foto, a menina era mais nova.

Chrissy passará por uma mastectomia para retirar todo o tecido canceroso, que, segundo os médicos, é altamente tratável. Não existem, na literatura científica, casos de mortes decorrente do carcinoma secretório.
Amigos da família criaram uma campanha no site GoFundMe para arrecadar dinheiro para custear o tratamento médico.

Incidência de câncer de mama em crianças

O câncer de mama infantil e em adolescentes é raro, mas pode acontecer. A prevalência da doença é de 3,2% em adolescentes e não se sabe ao certo a incidência em crianças, mas estima-se que 0,09%, ou menos, de todos os cânceres mamários sejam infantis. Os tumores são fibroadenomas benignos em 95% dos casos e, em 0,02% são malignos.

Na literatura científica, a menina mais nova a ter câncer de mama tinha 6 anos, mas o site Daily Mailrelatou o caso de uma menina de 3 anos que teve a doença.

Como identificar câncer de mama nas crianças

Como a doença é rara em crianças, a atenção às mamas das meninas é mínima e não são feitos exames para detectar a doença. Por isso, o câncer de mama infantil só é descoberto em estágios avançados. Por outro lado, em crianças, os cânceres de mama malignos raramente se espalham.

Para identificar o tumor, é preciso estar atenta ao peito das crianças e procurar por caroços à palpação e alterações nos mamilos.

Tratamento

O tratamento geralmente consiste em uma mastectomia, opção usada para tratar Chrissy, uma vez que a radioterapia é mais danosa para crianças, que estão em desenvolvimento.

Fonte | oanapolino.com

Compartilhar em:


PUBLICIDADE