TvKajuru | Só Verdades

Compartilhar pelo whatsapp

Após cirurgia, "Menina de Napalm" agora pode sentir carinhos do neto.

Postado por TVKajuru.com | 12/01/2017 às 03:37h

Phan Thi recupera sensibilidade da pele perdida nas queimaduras da Guerra do Vietnã

 

OTTAWA — Uma cirurgia a laser fez um milagre para a “Menina de Napalm”, Kim Phuc Phan Thi, que aos 53 anos recuperou a sensibilidade em sua pele queimada por uma bomba lançada de um avião durante a Guerra do Vietnã. Quase meio século depois se tornar um símbolo do horror dos confrontos no país asiático, quando tinha apenas 9 anos, ela pode agora sentir os carinhos de seu neto, segundo a sua médica.

 

Phan Thi foi imortalizada em uma imagem capturada pelo fotógrafo Nick Ut, da agência americana Associated Press, em 8 de junho de 1972. Naquele instante, a garota, aterrorizada e nua, fugia das bombas. Vencedora do prêmio Pulitzer, a foto tornou-se um ícone dos horrores da guerra. O napalm lhe causou queimaduras de quarto grau cozinhando a carne e os músculos, fundindo-os com os ossos.

 

Phan Thi e a médica que fez as aplicações com laser - Reprodução 'La Nación'

Ela vive há anos no Canadá e concluiu nos últimos dias um ciclo de terapias que removeram as cicatrizes de queimaduras nas costas e no braço em um hospital de Miami. As sessões lhe permitiram recuperar a sensibilidade da pele.

 

Phan Thi já havia se convencido a viver com dor, até conhecer o tratamento, que lhe trouxe de volta a esperança. Após ouvir a história da “Menina de Napalm”, a médica Jill Waibel, do Instituto de Dermatologia e Laser em Miami, decidiu não cobrar pelo trabalho. As sessões custam até US$ 2 mil.

 

— Nunca pensei que pudesse curar as feridas ou a dor. Sempre pensei que o alívio só viria no paraíso, mas agora a terra tornou-se o meu paraíso — comemorou.


Compartilhar em:


PUBLICIDADE